Torcedores do Flamengo viajam dos EUA a Lima para ver time ser campeão

Carlos Zucker contou em suas redes sociais a 'saga' dos torcedores do Flamengo em Lima

BOSTON – Dezenas de rubro-negros deixaram Boston na semana passada ao lado de torcedores de todos os pontos dos Estados Unidos rumo a Lima no Peru para acompanhar a vitória do Flamengo na conquista do título da Taça Libertadores da América. Heróis anônimos se juntaram aos ídolos para soltar o grito de campeão diante do River Plate da Argentina no sábado, 23.

Nos dias que antecederam à viagem, o ex-jogador Junior Baiano já era visto nas ruas da Grande Boston ajudando a recrutar torcedores. Numa loja de remessas na Broadway de Everett o proprietário, Alfredo Plazzi, foi enfático: “Sou vascaíno mas se o Flamengo ganhar eu vou vestir a camisa do clube caso esteja autografada pelo Junior Baiano.”

Carlos Zucker (de camisa branca) postou a saga de seu grupo nas redes sociais
Foto: Reprodução Facebook

O empresário Carlos Zucker, dono de um agência de viagens Globo Travel, também em Everett, viajou para Lima e sua página nas redes sociais foram acessadas por milhares de pessoas que queriam acompanhar as peripécias dos imigrantes brasileiros em terras peruanas.

 

O torcedor Vinicius Costa, de Orlando, na Flórida, postou: “Eu nunca vivi uma emoção como essa.” Ele embarcou para Lima dois dias antes da partida e de lá seguiu para o Rio de Janeiro no mesmo voo dos jogadores do Flamengo. “E desfilei com eles no centro da cidade”.

O presidente do clube rubro-negro, Luiz Rodolfo Landim Machado, assinou uma camisa para a Fla-USA, torcida organizada do Flamengo na Nova Inglaterra com sede em Boston. “A camisa vai para o museu do grupo”, disse um de seus integrantes.

Depois de ter sido campeão da Libertadores no último sábado, o Flamengo conquistou também o título do Campeonato Brasileiro neste domingo, com a derrota do Palmeiras para o Grêmio por 2 a 1. Com o feito, o Rubro-Negro se tornou o primeiro time desde 1963 a ganhar o Brasileiro e a Libertadores no mesmo ano.

A única equipe que obtivera tal feito havia sido o Santos, ao conquistar as edições de 1962 e 1963 da Taça Brasil – que ganhou status de Brasileiro após resolução da CBF em 2010 – e da Libertadores. Comandado por Pelé, o Peixe dominou o futebol do país naquela década e conquistou o status de um dos melhores times de todos os tempos.

JORGE JESUS

O técnico Jorge Jesus, do Flamengo, recebeu na segunda-feira, 25, o título de cidadão honorário do Rio de Janeiro, na Câmara dos Vereadores da cidade. Campeão da Copa Libertadores e Campeonato Brasileiro, o português de 65 anos se emocionou com a honraria e declarou: ‘Portugal tem orgulho de mim’.

Treinador português agora é carioca como o clube que treina

“Sinto um grande orgulho em receber essa homenagem importante. Sou grato ao Flamengo por essa oportunidade. Fico emocionado porque há uma ligação entre nós, Portugal e Brasil. Meu país tem orgulho de mim” declarou o treinador.

Jorge Jesus foi recebido por torcedores na Câmara, sob gritos de “mister”, como é conhecido pelos jogadores do Flamengo.