Sul-africana é coroada Miss Universo 2019; brasileira para no top 20

(Foto: AFP)

ATLANTA  – A sul-africana Zozibini Tunzi foi coroada vencedora da 68ª edição do concurso Miss Universo, realizada em Atlanta, na Geórgia , neste domingo 8. Tunzi, de 26 anos, superou 89 concorrentes e deu a seu país a segunda vitória na disputa em três anos e terceira na história.

Avançaram também até a final as misses Madison Anderson (Porto Rico), que ficou com a segunda colocação, e Sofía Aragón (México), a terceira colocada. A colombiana Gabriela Tafur e a tailandesa Paweensuda Drouin completaram o top-5.

Representante do Brasil, a mineira Júlia Horta, de 25 anos, chegou ao top 20 da disputa, mas não avançou até a final. Duas premiações especiais foram concedidas para outras misses: melhor traje típico à malaia Shweta Sekhon, e miss simpatia à polonesa Olga Bulava.

Paras Griffin / AFP
Júlia Horta com o apresentador Steve Harvey (Foto: AFP)

O Brasil venceu o Miss Universo apenas duas vezes: em 1963, com Iêda Maria Vargas, e 1968, com Martha Vasconcellos.

A vitória de Tunzi foi a terceira da África do Sul no concurso, após as coroações de Margaret Gardiner, em 1978, e Demi-Leigh Nel-Peters, em 2017.