Reino Unido acelera marcha rumo ao Brexit com vitória arrasadora de Johnson em eleição

Premiê britânico, Boris Johnson, durante evento de campanha em Manchester (Foto: Reuters)

LONDRES  – O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, conquistou uma vitória eleitoral arrasadora nesta sexta-feira, 13, que lhe permitirá encerrar três anos de paralisia política e retirar o país da União Europeia até 31 de janeiro.

O chamado Brexit representa o maior desafio político e econômico do país desde a Segunda Guerra Mundial, retirando a quinta maior economia do mundo do amplo bloco comercial e ameaçando a integridade do Reino Unido.

Com os resultados apurados de todos menos um dos 650 assentos parlamentares em disputa na votação, o Partido Conservador, de Johnson, conquistou 364 assentos — seu melhor resultado desde o triunfo de Margaret Thatcher em 1987.

Principal legenda de oposição, o Partido Trabalhista, que é liderado desde 2015 pelo socialista Jeremy Corbyn, ficou com apenas 203 cadeiras, o pior resultado da legenda desde 1935.

Para Johnson, que fez campanha com a promessa de concluir o Brexit, a vitória foi uma revanche após adversários anti-Brexit tentarem diversas manobras para derrubá-lo durante seus conturbados primeiros meses de governo.

“Vamos concluir o Brexit a tempo antes de 31 de janeiro, sem se, mas ou talvez”, disse um triunfante Johnson a apoiadores em um discurso em Londres.

A libra disparou com o resultado da eleição e caminhava para seu maior avanço diário nas últimas duas décadas.