Refinarias do Texas reduzem produção após vazamento de petroquímicos em Houston

HOUSTON – Shell e a LyondellBasell Industries cortaram produção nesta segunda-feira, 25, em suas refinarias de petróleo em Houston, por conta de problemas de transporte em uma hidrovia afetada por um incêndio e vazamento petroquímico, de acordo com pessoas familiarizadas ao assunto.

Um incêndio e um vazamento de combustível na última semana na unidade de armazenamento de Deer Park, do Intercontinental Terminals Co (ITC), pertencente à Mitsui, espalhou espumas de gasolina, água e fogo pelo Canal de Houston, que liga a cidade dos Estados Unidos ao Golfo do México, e é região de nove refinarias de petróleo.

A Guarda Costeira dos Estados Unidos disse que estava reabrindo partes do canal para viagens durante o dia e exigindo que navios de deixam a área próxima ao ITC sejam inspecionados por químicos contaminantes.

Um trecho de 11 km do canal foi fechado na sexta-feira, depois que químicos, incluindo benzeno, foram detectados na água, levando a um engarrafamento de petroleiros, que não podiam entrar ou sair da movimentada área do porto de Houston.

A Shell reduziu a produção de sua refinaria de Deer Park, joint venture com a mexicana Pemex, que normalmente produz 275 mil barris por dia, disseram as fontes. O tamanho da redução não pôde ser conhecido imediatamente.

Já a Lyondell cortou sua produção em 14 por cento, pois não consegue remover o enxofre gerado em sua planta durante as produções de combustível, tendo limitado a capacidade de armazenamento no local, segundo as pessoas.

(Reuters)