Polícia divulga imagens de operação contra motoristas de aplicativos no aeroporto de Orlando

Agentes investigavam crimes com telefones e descobriram prática irregular dos motoristas Foto: Reprodução NBC - WESH2

ORLANDO – Motoristas de aplicativos como Uber e Lyft foram alvo de investigação no aeroporto internacional de Orlando durante a Operação Big Bear, realizada pela polícia local com o apoio da Patrulha de Fronteira. O programa Investigates, da NBC, divulgou imagens gravadas pela polícia, enfatizando que a ação não era imigratória e sim criminal.

A Big Bear foi projetada para descobrir atividades criminosas e foi lançada após denúncias de tráfico de drogas, prostituição, jogos de azar e hackers por telefone. As autoridades disseram ter encontrado celulares escondidos dentro de lixeiras e pendurados em árvores com um grupo de motoristas sentado ao redor de veículos.

Um por um, eles foram convidados a provar que eram motoristas de passeio compartilhados. A polícia se juntou a agentes da Patrulha da Fronteira, mas disse que não era uma operação de imigração.

Em determinado ponto da gravação é possível ouvir o agente federal perguntando qual o país de origem de um dos motoristas que responde Venezuela.

Pelo menos seis pessoas foram detidas mas, sem evidências de crimes, ninguém foi preso.

Ação descobre outro crime

Os policiais também não encontraram provas de invasão de telefones, mas descobriram como alguns motoristas estão conseguindo mais clientes do que outros usando dois celulares.

Isso significa que, deixando um telefone para trás e saindo dos lotes para atender outro cliente no terminal, parece que o motorista ainda está no estacionamento desde o primeiro sinal. Sair do estacionamento faz com que o motorista perca um lugar na fila de recebimento. Quando deixam um telefone para trás há a possibilidade de dobrar o número de clientes.

Segundo Tom Draper, diretor sênior de operações aeroportuárias da Greater Orlando Aviation Authority, ‘as agências federais deram apoio mas suas operações seguem outros procedimentos’.

Em 2017, o PORTAL BM NEWS mostrou uma reportagem sobre as investigações do ICE para identificar motoristas que operavam carros de aplicativos no aeroporto internacional de Orlando e estavam em status irregular no país.

(Assista as imagens originais do programa Investigates)

*Todos os direitos autorais reservados. Para reproduzir essa matéria é obrigatório citar a fonte e incluir um link para o Portal BM News.