Pesquisa mostra que 59% acreditam que imigrantes fortalecem EUA

(Foto: AP)

WASHINGTON  –  Pesquisa divulgada nesta quinta-feira, 14, pelo Pew Research Center mostra que 59% da população dos Estados Unidos avalia que os imigrantes são uma força e não um peso para o país.

De acordo com o relatório, seis em cada dez americanos dizem que imigrantes fazem a nação mais forte com seu trabalho e talento, enquanto 34% acreditam que eles tiram empregos e benefícios sociais de quem nasceu nos EUA.

As outras opções para a pesquisa eram nenhuma das duas alternativas ou as duas. A pessoa consultada também poderia se recusar a responder.

Para a maioria da população americana – 56% – os estrangeiros não aumentam os riscos de terrorismo no país, e 77% não acham que eles devam ser culpados por crimes em maior medida apenas por serem de outras nacionalidades.

Os números se chocam diretamente com a retórica anti-imigração do presidente Donald Trump. Desde que foi eleito, o republicano atua para construir um muro na fronteira entre os EUA e o México, mas sofre resistência do Partido Democrata no Congresso e também de muitos membros do seu partido, o Republicano.

Trump costuma dizer que a divisa de seu país sofre com uma crise imigratória que permite a entrada de drogas e criminosos em terras americanas, mas os dados divulgados pelo centro de pesquisas mostram que a maior parte da população dos EUA não vê os imigrantes de forma negativa.

Ilegais

Quando o assunto é a deportação daqueles que estão no país ilegalmente, porém, há divisão: 47% são contra a deportação de ilegais, enquanto 46% são a favor.

Nos outros 17 países onde a pesquisa foi feita, a média é de 61% favorável à deportação e 35%, contra. De todas as nações consultadas, somente o México tem maioria contra a deportação de ilegais: 50% contra e 43% a favor.

Os EUA têm a maior população de imigrantes do mundo – cerca de 44,4 milhões de estrangeiros vivem no país, de acordo com dados de 2017. Ilegais correspondem a 23% do total.

Ainda de acordo com a pesquisa publicada nesta quinta, a população imigrante vem caindo nos EUA desde 2007, o que também contraria o discurso do Trump, que fala em invasão de estrangeiros no país.

(Ag. Folha)