Patrulha de Fronteira intercepta remessa com 3 mil carteiras de motoristas falsas

LOUISVILLE – Agentes alfandegários em Louisville (KY) apreenderam aproximadamente 3 mil  carteiras de motoristas e objetos falsos que poderiam ter proporcionado às quadrilhas especializadas mais de $ 95 milhões. O anúncio foi feito poucos dias após a apreensão.

Desde 1º de setembro, os agentes interceptaram e apreenderam 164 remessas, de acordo com um comunicado divulgado na quarta-feira, 27, pela Alfândega e Proteção de Fronteiras.

Se os itens apreendidos, incluindo bolsas de grife, jóias, sapatos e óculos de sol, fossem reais, valeriam $ 95 milhões.

“Impulsionado pelo aumento do comércio eletrônico, o mercado de produtos falsificados nos Estados Unidos mudou com os consumidores frequentemente adquirindo falsificações conscientemente”, informa Thomas Mahn, diretor do porto de Louisville.

De acordo com um comunicado do CBP, seis remessas originárias da China e com destino a Nova York continham 2.909 carteiras de motorista falsas e 3.123 cartões em branco usados ​​para fazer licenças falsificadas de estados como Flórida, Michigan, Illinois, Nova Jersey e Ohio.

Segundo o CBP, um dos embarques confiscados foi encaminhado para uma pessoa condenada por estupro de criança em Nova York.

“Algumas das principais preocupações relacionadas a documentos de identidade fraudulentos são roubo de identidade, fiscalização do local de trabalho, proteção de infraestrutura crítica, fraude ligada a crimes relacionados à imigração”, afirmou Mahn em comunicado.

Com agências internacionais