Parlamento britânico volta a rejeitar acordo de May para Brexit

Theresa May em imagem de arquivo (Foto: Reuters)

LONDRES – O Parlamento britânico rejeitou nesta terça-feira, pela segunda vez, o acordo da primeira-ministra, Theresa May, para o país deixar a União Europeia (UE), aprofundando a pior crise política do país em gerações, 17 dias antes do prazo para a saída da nação do bloco.

Os parlamentares votaram contra um acordo modificado de May, com placar de 391 votos a 242, enquanto suas conversas de última hora com líderes da União Europeia na segunda-feira para acalmar as preocupações de críticas se mostraram infrutíferas.

A votação coloca a quinta maior economia do mundo em território desconhecido sem um caminho óbvio à frente: deixar a UE sem um acordo, adiar o prazo de 29 de março para o divórcio, uma eleição antecipada ou até mesmo um novo referendo são possibilidades.

May pode até tentar uma terceira vez obter apoio parlamentar na esperança de que eurocéticos linha-dura em seu Partido Conservador, os críticos mais duros do acordo que ela negociou, mudem de ideia se ficar mais claro que o Reino Unido pode acabar permanecendo na UE.

Apesar da derrota, a margem foi menor do que a de 230 votos sofrida em janeiro.