Países querem que Irã indenize vítimas de avião abatido por míssil

Chanceler canadense, Francois-Philippe Champagne, fala durante entrevista coletiva com outras autoridades de países que tiveram passageiros mortos em queda de avião no Irã (Foto: Reuters)

LONDRES – Cinco países cujos cidadãos morreram quando o Irã abateu um avião de uma companhia aérea ucraniana disseram nesta quinta-feira, 16, que Teerã deve pagar indenizações às famílias das vítimas.

Canadá, Ucrânia, Suécia, Afeganistão e Reino Unido disseram que o Irã deve “realizar uma investigação internacional minuciosa, independente e transparente aberta às nações em luto”, de acordo com comunicado divulgado durante encontro de autoridades em Londres.

Os países também disseram ser positivo o envolvimento do Irã até o momento com a queda do voo 752 Ukrainian International Airlines no dia 8 de janeiro.