Ortiz, ídolo do Red Sox, é baleado na República Dominicana  

Ortiz foi trazido a Boston para ser tratado

SANTO DOMINGO – O ex-jogador David Ortiz, ídolo do Boston Red Sox e três vezes campeão da World Series, foi baleado neste domingo, 9, na República Dominicana, seu país natal. Ele foi atingido à queima-roupa pelas costas por um homem e foi encaminhado para um hospital local.

Ortiz, 43, passou por um procedimento de seis horas de cirurgia e teve parte do intestino e do cólon retirados, assim como sua vesícula biliar, tendo sofrido danos também no fígado. Segundo Leo Lopez, seu assessor de imprensa, o ex-jogador está com quadro estável, mais ainda precisando de tratamento intensivo.

“Os médicos afirmam que ele está fora de perigo, mas ele está fortemente sedado e vai seguir na unidade de tratamento intensivo pelas próximas 24 horas”, disse Lopez.

A polícia de Santo Domingo afirma que o atirador foi capturado e agredido pelas pessoas que estavam próximas ao bar em que o incidente aconteceu. O suspeito terá que passar por tratamento antes de ser ouvido pelas autoridades.

Os investigadores estão tentando entender se Ortiz era realmente o alvo do atentado. Leo Ortiz, pai do ex-jogador, disse à imprensa local que não tem ideia da possível motivação do atirador.

Outras duas pessoas acabaram sendo atingidas no local. Jhoel Lopez, um apresentador de TV, acabou levando um tiro na perna, enquanto não se sabe do paradeiro da terceira vítima do caso.

Dionisio Soldevila, repórter , disse que o primeiro médico a atender Ortiz afirmou que o tiro acertou a parte inferior das costas e atravessou o corpo do ex-jogador. De acordo com Soldevila, Ortiz teria dito aos médicos que “não me deixem morrer, por favor. Sou um bom homem”.

Com agências internacionais