Número de imigrantes regularizados em Portugal cresce cinco vezes em um ano; brasileiros lideram a lista

LISBOA – O número de trabalhadores estrangeiros que recebeu documentos em Portugal no ano passado cresceu cinco vezes mais do que em 2017. A maior parte deles é de brasileiros, informou o governo federal.

Em 2018, 16.517 imigrantes foram regularizados, enquanto 3.500 ganharam o benefício no período anterior. As autoridades não confirmaram, entretanto, quantos seriam do Brasil até a publicação desta matéria.

De acordo com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), o aumento é consequência nas mudanças da legislação que agora prevê a emissão de documentos para todos os imigrantes que estão inseridos no mercado de trabalho português há pelo menos um ano.

Além disso, a simplificação das regras e a digitalização do processo aceleraram o trabalho da imigração portuguesa.

Ainda segundo o SEF os brasileiros são a segunda nacionalidade a investir em Portugal. Entre 8 de outubro de 2012 e 31 de março de 2019 os maiores contemplados pela Autorização de Residência para Atividade de Investimento (ARI) são da China (4.180), Brasil (711) e Turquia (331).