Morre ex-comissário da NBA David Stern, que transformou liga em “marca global”

NOVA YORK – David Stern, ex-comissário da Associação Nacional de Basquete dos Estados Unidos (NBA) responsável por um crescimento de popularidade explosivo da liga durante seus 30 anos no cargo, morreu na quarta-feira, 1,  aos 77 anos.

Stern, que foi o comissário mais longevo da NBA até ser substituído por Adam Silver em 1º de fevereiro de 2014, estava em estado grave desde que passou por uma cirurgia de emergência em Nova York no dia 12 de dezembro devido a uma hemorragia cerebral súbita.

“Cada membro da família NBA é beneficiário da visão, da generosidade e da inspiração de David”, disse Silver, que trabalhou com Stern durante 22 anos, em um comunicado.

“Por causa de David, a NBA é verdadeiramente uma marca global”.

Sob o comando de Stern, a NBA viveu um crescimento extraordinário — sete novas franquias foram criadas, incluindo a expansão para o Canadá em 1995, um aumento de renda de mais de 30 vezes, um avanço considerável na conquista de espaço na televisão e o lançamento da Associação Nacional de Basquete Feminino (WNBA) e da Liga de Desenvolvimento da NBA.

Ele também teve um papel em muitas outras iniciativas que ajudaram a moldar a liga, como uma política antidrogas, um sistema de teto salarial e um código de vestimenta.

“Sem David Stern, a NBA não seria o que é hoje”, disse Michael Jordan, ex-jogador do Chicago Bulls e atual proprietário do Charlotte Hornets, em um comunicado. “Ele guiou a liga durante tempos turbulentos e transformou a liga em um fenômeno internacional”.