Lutador de MMA Conor McGregor é preso na Flórida por quebrar telefone de fã

MIAMI – Conor McGregor foi preso em Miami Beach na segunda-feira após um fã alegar que o lutador irlandês de MMA quebrou seu telefone e saiu andando com os restos do aparelho, mostrou um relatório da polícia.

McGregor, de 30 anos, foi levado a um centro de correção sob suspeita de roubo e crime, de acordo com um comunicado de prisão. O incidente ocorreu pouco depois das 6h da manhã (horário de Brasília) da segunda-feira.

McGregor foi liberado após pagar fiança de 125 mil dólares, informou o jornal Miami Herald.

Samuel Rabin Jr., um advogado baseado em Miami que representa McGregor, disse que o lutador estava envolvido em uma “pequena briga em torno de um celular” fora de um hotel.

“O réu tirou o celular da vítima de sua mão, fazendo com que ele caísse no chão. O réu, em seguida, pisou no aparelho diversas vezes, danificando-o”, disse o relatório, acrescentando que o dispositivo foi avaliado em US$ 1mil.

McGregor foi acusado em abril de 2018 sob três alegações de agressão e uma de dano criminal após a polícia acusá-lo de atacar um ônibus fretado em Nova York que levava lutadores do UFC.

Posteriormente, ele se declarou culpado em prol de uma pena reduzida de má conduta.