Líderes da Rússia e da Coreia do Norte marcam encontro

MOSCOU – O governo russo confirmou nesta segunda-feira, 15, que prepara uma cúpula entre o presidente do país, Vladimir Putin, e o líder norte-coreano, Kim Jong-Un, mas não antecipou as datas da primeira reunião entre os dois.

“Posso confirmar que a reunião está sendo preparada. Na realidade, há algum tempo que estamos conversando”, disse o porta-voz da presidência russa, Dmitri Peskov, citado pela agência “Interfax”.

O encontro pode acontecer já na próxima semana, se o presidente russo viajar para o extremo oriente da Rússia, região que faz fronteira com o território norte-coreano, segundo a agência sul-coreana “Yonhap”.

Além disso, Putin participará de um fórum em Pequim entre os dias 26 e 27 de abril, e não está descartada a possibilidade de o líder russo se reunir com Kim na ida ou na volta de sua viagem à China.

Nas últimas semanas, aumentaram os contatos entre Moscou e Pyongyang.

Para distintos veículos de imprensa, esse é um sinal da proximidade da cúpula entre Putin e Kim.

O porto russo de Vladivostok, próximo fronteira com a Coreia do Norte, é considerado o lugar mais provável para a reunião.