Justiça restabelece salário de juíza acusada de ajudar imigrante em Corte

Juíza ainda não pode atuar em tribunais Foto: Reprodução NECN

BOSTON – O Supremo Tribunal de Justiça determinou a reintegração da juíza de Newton Shelley Joseph à folha de pagamento do estado de Massachusetts, que estava suspensa, uma vez que é investigada por alegações de que ajudou um imigrante a fugir dos agentes da Federal Immigrations and Customs Enforcement (ICE).

A juíza Shelley Joseph, 51, estava afastada sem direito a salários, mas apresentou uma moção para os tribunais restabelecerem seu pagamento. O movimento foi acatado pelo Tribunal em uma ordem entregue terça-feira.

Tanto a juíza como o ex-agente do Tribunal de Primeira Instância Wesley MacGregor, 56 anos, de Watertown, foram indiciados sob a acusação de conspiração para obstruir a justiça e duas acusações de auxílio e cumplicidade. MacGregor também foi acusado de perjúrio.

Joseph permanece suspensa de suas atividades como juíza.

Ela receberá os pagamentos retroativos desde abril, ocasião em que seu nome saiu da folha salarial. A decisão sobre a ação de Joseph foi 5 a 1.

O governador Charles Baker, em entrevista a canais americanos, disse que “ninguém deve obstruir as autoridades federais” e ressaltou que apoia o trabalho em conjunto com autoridades federais de imigração para deter indivíduos perigosos.