Jovem fascinada por Columbine é encontrada morta no Colorado após busca

Sol Pais tinha 18 anos e estava armada com uma espingarda

DENVER – Uma jovem da Flórida que autoridades descreveram como perigosa, armada e “encantada” pelo massacre de Columbine foi encontrada morta no Colorado depois de viajar para o Estado norte-americano dias antes do 20º aniversário do ataque em uma escola, disseram autoridades nesta quarta-feira.

Após uma busca de um dia, Sol Pais, estudante de 18 anos de Surfside, na Flórida, foi encontrada cerca de 64 quilômetros a oeste da Escola Secundária Columbine de Littleton, no Colorado, onde dois meninos adolescentes mataram 12 colegas e um professor a tiros em 20 de abril de 1999 e depois se suicidaram.

Sol parece ter morrido depois de disparar contra si própria, disse o xerife do condado de Jefferson, Jeff Shrader, em uma coletiva de imprensa com autoridades escolares.

As escolas da área de Denver foram fechadas nesta quarta-feira, enquanto agentes do FBI, policiais do condado de Jefferson e patrulheiros estaduais do Colorado procuravam Sol.

Desde o massacre de Columbine, houve uma série de ataques a tiros em escolas dos Estados Unidos, alguns inspirados por imitadores que demonstraram fascínio pela carnificina.

Columbine foi o segundo pior ataque a tiros em uma escola dos EUA à época. Hoje ele está no quinto lugar, superado pelos disparos na escola secundária de Parkland, na Flórida, em 2018, o ataque em uma escola primária de Newtown, no Connecticut, em 2012, e um ataque de 2007 na Virginia Tech.

Estes ataques fizeram com que alertas de segurança e treinamentos preventivos se tornassem comuns. Só nas escolas públicas de Denver, houve 22 ocasiões em que os alunos foram impedidos de sair e 294 em que foram impedidos de entrar nos últimos dois anos letivos, segundo dados citados pelo Denver Post.

Na segunda-feira, Sol voou de Miami a Denver, onde comprou uma espingarda e munição, disse o agente especial encarregado do FBI Dean Phillips em uma coletiva de imprensa na terça-feira. Denver é adjacente ao condado de Jefferson.

Entre 20 e 30 agentes a procuravam perto do Acampamento Echo Lake, na Floresta Nacional Arapaho, na manhã desta quarta-feira depois que autoridades receberam relatos de uma mulher nua com uma arma correndo pela mata, noticiou o canal CBS4 de Denver.

Um diário online escrito por uma mulher que se identificava como “Sol Pais” contém inúmeras anotações repletas de desespero e raiva, acompanhadas por imagens de armas.

(Reportagem adicional de Rich McKay em Atlanta e Brendan O’Brien em Milwaukee, e redação adicional de Steve Gorman em Los Angeles)