ICE realiza megaoperação e prende 680 imigrantes no Mississippi

Trabalhador foi preso na Koch Foods Inc. em Morton, Mississippi

Jackson- As autoridades de imigração dos EUA detiveram nesta quarta-feira, 7, aproximadamente 680 imigrantes indocumentados no Mississippi, ação descrita por um promotor federal como, provavelmente, “a maior operação do gênero em um único estado na história do país”. As prisões foram feitas em fábricas de alimentos, concentrando a megaoperação em locais de trabalho.

O promotor federal do Mississippi, Mike Hurst, disse a repórteres que as prisões aconteceram em sete locais em seis cidades diferentes ao longo desta quarta-feira. “Hoje, como resultado do trabalho duro desses homens e mulheres na aplicação da lei, estabelecemos um novo recorde”, disse Hurst.

As autoridades se recusaram a fornecer detalhes sobre quais empresas foram alvos, citando o que eles disseram ser uma investigação criminal em andamento. Afiliadas da rede americana CNN relataram que as operações ocorreram em fábricas de processamento de alimentos em todo o estado.

As prisões, segundo o ICE, ocorreram como resultado de mandados de busca administrativos e criminais executados por agentes especiais da Homeland Security Investigations, disse Hurst.

Ainda na coletiva, o promotor enfatizou as mudanças. “Hoje estamos mais uma vez nos tornando uma nação de leis”, disse ele.

A imigração e a fiscalização alfandegária intensificaram a investidas em locais de trabalho desde que o presidente Donald Trump assumiu o cargo, realizando várias incursões em larga escala em fábricas de processamento de alimentos e centros de jardinagem nos últimos anos.

“Essas não são novas leis, nem a aplicação delas é nova”, disse o diretor do ICE, Matt Albence, na quarta-feira. “As prisões de hoje foram o resultado de uma investigação criminal de um ano. E as prisões e mandados que foram executados hoje são apenas mais um passo nessa investigação.”

As prisões desta quarta-feira acontecem porque a ansiedade está aumentando em muitas comunidades de imigrantes dias depois que um atirador que aparentemente adotou opiniões anti-imigrantes matou 22 pessoas em um Walmart na cidade de El Paso, no Texas.

Hurst reconheceu a recente tragédia em resposta à pergunta de um repórter, mas disse que o momento da operação veio como resultado de um planejamento cuidadoso.

“Esta operação começou há mais de um ano. Você não traz mais de 650 agentes especiais de todo o país para o Distrito do Sul do Mississippi em questão de três dias sem preparação por meses, meses e meses”, disse ele. “Então, apesar das terríveis tragédias deste fim de semana, esta operação foi planejada muito antes disso e pretendíamos realizá-la.”

(A reportagem acima não pode ser reproduzida sem autorização do PORTAL BM NEWS)

Apoie o jornalismo profissional
O Grupo Manchete USA (Portal BM News) mantém-se fiel ao intuito de levar informação confiável e relevante para ajudar os imigrantes a compreender melhor lugar onde vive. São centenas de reportagens, artigos, fotos e áudios publicados diariamente e produzidos de forma independente. Ao assinar o BM NEWS, você tem acesso a todo esse conteúdo.