ICE prende 32 imigrantes na Nova Inglaterra em operação de cinco dias

(Foto: Cortesia ICE)

BOSTON – O Serviço de Imigração e Controle de Alfândegas dos Estados Unidos (ICE) prendeu 32 imigrantes, entre eles brasileiros, em uma operação de cinco dias na Nova Inglaterra, informou a agência na sexta-feira, 10.

A ação especial aconteceu entre 19 e 23 de maio  em Massachusetts, Connecticut, New Hampshire e Rhode Island e prendeu nacionais do Brasil, República Dominicana, El Salvador, Guatemala, Honduras, Jamaica, Quênia, México. Cabo Verde, Polônia e Vietnã.

O ICE não identificou os presos, mas revelou que 22 eram condenados por algum tipo de crime, dez tinham casos judiciais pendentes, 27 apresentavam ordens finais de deportação e dois haviam reentrado no país após terem sido extraditados. Esses últimos podem ser processados criminalmente de acordo com o Código Criminal federal americano.

“Essa operação focou em afastar criminosos que ameaçavam várias comunidades na Nova Inglaterra”, enfatizou Marcos Charles, diretor do Escritório de Operações Especiais (ERO) do ICE em Boston, capital de Massachusetts.

Entretanto, a agência reconhece que se as investidas contra criminosos encontram imigrantes apenas fora do status imigratório,eles podem ser colocados em processo de deportação.

O ICE deportou 258.085 estrangeiros no último ano fiscal, entre outubro de 2017 e setembro de 2018, o que significa um aumento de 11% em relação ao período anterior. Ainda segundo a agência, 158.581 foram capturados em iniciativas do ERO, onde 90% tinham problemas criminais ou cartas de deportação.