Fla vence em jogo épico e é campeão da Libertadores

LIMA – Alguns privilegiados podem dizer que viram a geração de Zico vencer em 1981. Agora, 38 anos depois, a era de Jesus, Gabigol e cia. faz o Flamengo bi da Libertadores. Com uma virada histórica, em pouco mais de cinco minutos, o artilheiro do time Gabigol conseguiu marcar duas vezes e fez a festa rubro-negra em Lima: 2 a 1.

O River Plate marcou no primeiro tempo e parecia controlar o jogo. Mas o Flamengo é gigante, o Flamengo carrega nos ombros uma nação de milhões de corações e eles pulsaram nas chuteiras de um jogador fadado ao sucesso este ano.

Se era para ‘inglês ver’, eles viram. E o Liverpool irá ver.

Bruno Henrique ganhou o troféu de Melhor Jogador do torneio e a taça segue para a Gávea.

No Maracanã milhares de torcedores que não puderam se dar ao luxo de viajar para o Peru viram nos telões o jogo.

E parece que seus gritos e lágrimas atravessaram os céus e chegaram ao estádio, mudando a história que seria escrita em espanhol mas acabou sendo grafada em português, assim como a pátria do treinador Jorge Jesus.

 

 

(Texto feito por um tricolor que sabe reconhecer o bom futebol.)