Fãs norte-americanos aguardam ansiosamente nascimento de bebê de Meghan e Harry

LOS ANGELES (Reuters) – Fascínio, ostentação e a melhor novela do mundo fazem com que muitos norte-americanos aguardem ansiosamente o nascimento do primeiro filho do príncipe Harry e da duquesa de Sussex, Meghan Markle.

Após cerca de 29 milhões de norte-americanos terem assistido na televisão ao casamento de Harry com a atriz californiana Meghan Markle, em maio de 2018, a ideia do primeiro bebê real britânico nascido de uma mãe norte-americana está se mostrando ainda mais atraente.

“Vai ser gigante”, disse J.D Heyman, editor-adjunto da revista People. “Quando Meghan apresentar o bebê, quando Meghan e Harry saírem em uma sacada … Eu acho que o que você verá é uma enorme manifestação de afeição por ambos.”

“A ansiedade em torno disso se assemelha aos nascimentos dos bebês do príncipe William e, francamente, ao nascimento de Harry e William” há mais de 30 anos, acrescentou Heyman.

Apesar de os Estados Unidos terem lutado contra o Reino Unido na Guerra da Independência há cerca de 240 anos, os norte-americanos mantêm uma obsessão de longa data com a realeza britânica, cujos integrantes aparecem regularmente nas primeiras páginas de revistas de celebridades.

O produtor britânico Nick Bullen, co-fundador do serviço de streaming True Stock TV, lançado em meados de 2018, disse que uma história colorida e dramática, com figuras como o rei Henrique VIII, impulsiona o fascínio moderno pela família real.

“A família real britânica é a melhor novela de todas”, disse Bullen. “É simplesmente isso”.