Família pede ajuda de brasileiros para salvar vida de Ricardo Nóbrega

Ricardo tenta recuperar as

DALLAS – O brasileiro Ricardo Nóbrega, 60 anos, está internado desde o final de agosto em Dallas, no Texas, em estado grave, consequência do atraso no tratamento do câncer, gerando complicações que o impedem de comer e andar. Segundo os médicos, ele precisa se fortalecer antes de iniciar o combate a cinco tumores malignos e, sem dinheiro suficiente, a família precisa de ajuda para cobrir despesas básicas e conta com iniciativas apoiadas pela comunidade brasileira.

Ricardo foi diagnosticado com câncer no dia 13 de maio após procurar a Emergência do Advent Health, em Orlando, na Flórida, por conta de uma dor de cabeça “insuportável” que vinha sendo tratada nas clínicas locais como sinusite.

Os exames apontaram um tumor maligno que pressiona a primeira vértebra da coluna já com metástase da doença no fígado, rim, pulmões e ossos.

Diante do quadro gravíssimo, o hospital de Orlando disse que só começaria o tratamento mediante o pagamento à vista de US$43 mil. Sem dinheiro, nem seguro, Ricardo, que chegou ao país em fevereiro, também foi rejeitado em outras instituições na Flórida.

A alternativa era encontrar um novo centro capaz de tratá-lo e com despesas beneficiadas ou parceladas. A família encontrou esperanças no Texas.

Uma campanha na comunidade brasileira conseguiu arrecadar cerca de US$ 20 mil, dinheiro suficiente para que Ricardo, a esposa Liliam e o filho mais novo, Kadu, seguissem de carro em busca de tratamento no fim de junho. Em tempo: A viagem de cinco dias foi necessária porque Ricardo corre risco de ter um derrame ou uma convulsão durante a decolagem ou pouso de um avião.

Ricardo conseguiu um plano de 90% de desconto

A americana Sabrina Araújo, com os dois filhos pequenos, levou a família até Houston, no Texas, onde Ricardo conseguiu receber no MD Anderson Hospital, após dois meses sem tratamento, as cinco sessões de radioterapia na cabeça, essenciais para prepará-lo para combater a doença.

Entretanto, mais uma vez, por falta de dinheiro e seguro, Ricardo teve que interromper os procedimentos em um dos melhores centros de combate ao câncer do mundo.

Entre Orlando e Houston, as contas hospitalares de Ricardo já passam de US$ 200 mil que devem ser quitadas em parcelas. A nova esperança de tratamento era em Dallas.

Leia também: Após completar radioterapia, brasileiro busca hospital para tratamento de câncer

ESPERANÇA

Pão de mel, brigadeiros e outros doces ajudam na renda da família. Os pedidos podem ser feitos de qualquer lugar do país através dos números 407.233.7511/407.965.9362

Acumulando dívidas, a maior preocupação da família agora é manter o tratamento de Ricardo que conseguiu um plano de descontos do Parkland Hospital.

O benefício paga 90% das despesas médicas, mas mesmo assim o custo é alto. Até o dia em que Ricardo foi internado, 27 de agosto, as contas somavam mais de US$ 6 mil. “Com todos esses dias no hospital, esse valor deve ser ainda mais alto”, calcula Lilian.

“Eu me preocupo porque em dezembro temos que renovar o plano e para isso temos que ir quitando a dívida”, diz Liliam que acompanha o marido internado. “Ele está muito fraco, sem se alimentar. Depende de mim o tempo todo.”

O tumor na cabeça provocou problemas no esôfago e desde o início dessa semana Ricardo se alimenta através de um sonda.

O filho mais velho Rafael, 20, trabalha e a namorada dele, a Carol, faz doces para vender. “Isso tem ajudado muito. Mas as despesas são muito altas. Não sei como fazer”, acrescenta.

CAMPANHA

Enquanto os doces “Pedaços do Céu” de Carol conquistam mais clientes, o Tony’s Brazilian Grill, em Orlando, que já fez um evento beneficente para Ricardo em junho, volta a mobilizar a comunidade. No sábado, 21, a tradicional feijoada vai reverter 50% da renda para o tratamento do brasileiro.

“Temos um salão para 150 pessoas e esse espaço vai reunir quem quiser ajudar o Ricardo. Eles realmente estão precisando”, afirma Clô Santos, proprietária do Tony’s.

O almoço de sábado começa a partir do meio dia e Clô pede que as pessoas liguem para fazer a reserva. “Como o espaço é limitado queremos garantir acomodação para todos”, acrescenta. “Vamos fazer esse evento duas vezes por mês.”

Em Houston,  a Igreja Nova Vida, em parceria com o Consulado do Brasil, também realiza uma série de palestras durante um bazar (garage sale) no dia 26 de outubro para contribuir com a recuperação de Ricardo.

Quem quiser fazer a doação direta para Ricardo pode ainda usar os aplicativos de transferência bancária por telefone: 407.639.0494 (CASH – Ricardo Nóbrega e ZELL – Lilian Cunha).