Espanha nega que decisão de receber imigrantes tenha partido de acordo com a Itália

(Foto: Reuters)

MADRI – O governo espanhol negou nesta segunda-feira, 19, que a sua decisão de receber 107 imigrantes que estão em um barco da ONG Open Arms no Mar Mediterrâneo tenha sido tomada após um acordo com a Itália. Os estrangeiros iriam originalmente para a ilha italiana da Lampedusa, mas aquele país se recusou a recebê-los.

A própria Open Arms afirmou, em uma declaração, que os dois países haviam, aparentemente, chegado a um entendimento, e que serão necessários mais três dias para resolver a situação.

Mas o governo espanhol emitiu uma nota para negar o acordo. “A única informação correta é que o governo espanhol ofereceu à Open Arms a destinação do porto espanhol mais próximo e que o governo italiano está infringindo a lei ao impedir os imigrantes de desembarcar na Lampedusa.”

O plano é que imigrantes desçam agora no porto de Mallorca.