Cinco pessoas são hospitalizadas após intoxicação por monóxido de carbono em Salem

SALEM – Cinco pessoas foram hospitalizadas e centenas tiveram que deixar um prédio comercial em Salem, Massachusetts, na manhã desta quarta-feira, 4, após um vazamento de monóxido de carbono

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 8h30 quando uma mulher foi encontrada desmaiada no quarto andar do Shetland Park Building. Ela e outras quatro pessoas foram levadas para o hospital para tratar a intoxicação causada pelo químico.

Segundo as autoridades, duas das cinco vítimas apresentavam índices elevados do agente tóxico no organismo. Pelo menos outra 37 pessoas também foram intoxicadas, mas recusaram tratamento.

Todas elas trabalham para a Excelitas Technologies, uma fabricante de equipamentos militares manufaturados.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o vazamento de monóxido de carbono foi causado por um problema no aquecedor do quarto andar que foi evacuado e permaneceu fechado durante todo o dia. Os outros andares foram liberados.

Os primeiros dados revelados pela investigação indicam que o prédio não detector de monóxido de carbono, um gás incolor e inodoro que pode matar em minutos porque a vítima não consegue perceber o que a está asfixiando.

O envenenamento ocorre rapidamente e a única coisa que se pode fazer, caso consiga identificar a contaminação, é tentar ir ao local mais próximo onde exista ar fresco, além de abrir portas e janelas para ventilar o ambiente, alertam especialistas.