Brasileiro que matou compatriota em Milford pega dez anos de prisão

Em acordo com promotoria, Jusselo assumiu a culpa

WORCESTER – O brasileiro Jusselo Dias Dos Reis, 46 anos,  foi condenado nesta segunda-feira, 16, na Corte Superior de Worcester, a 10 anos de prisão pelo assassinato de Geraldo Carlos Do Amaral há quase dois anos.

Durante a audiência, Reis se declarou culpado após fazer um acordo com a promotoria que mudou a acusação de assassinato de segundo grau para homicídio culposo, quando não há a intenção de matar.

Na sentença, o juiz David Ricciardone ressaltou que os 793 dias que o réu já passou preso devem ser descontados do período de reclusão.

Após cumprir a pena, Reis, que está indocumentado no país, deve ser deportado para o Brasil.

Segundo os autos da Corte, os brasileiros iniciaram uma briga no 42 North Bow St, em Milford, Massachusetts, em julho de 2017, que resultou em pelo menos cinco facadas na vítima que tinha 48 anos. Quando as autoridades chegaram ao local Amaral estava morto e Reis havia fugido.

Image result for jusselo dias dos reis
Reis durante sua primeira Corte em 2017

Ele foi preso dois dias depois na casa de conhecidos em Newark, Nova Jersey.

Crime
A briga começou na madrugada do quando Amaral mostrou a Reis uma mensagem de texto que recebeu da ex-namorada do assassino. Amaral teria debochado de Reis que se irritou e partiu para cima da vítima.

Eles estavam na casa de um amigo em comum, José Dias Ferreira, que separou a briga. Neste momento, o condenado pegou uma faca e foi em direção à vítima, mas o dono da residência interveio mais uma vez.

Do lado de fora, a confusão continuou e culminou na morte de Amaral a facadas.