Brasileira morre em hotel do México antes da travessia para os EUA

Sirley Miranda viajava com as duas filhas menores de idade (Foto: Reprodução Facebook)

CIDADE DO MÉXICO/ BELO HORIZONTE – A brasileira Sirley Miranda, de São João do Oriente, em Minas Gerais, morreu após sofrer uma parada cardíaca na noite de sexta-feira, 6, no México, onde esperava, acompanhada de duas filhas entre 15 e 17 anos,  para entrar nos Estados Unidos. A família desmente os boatos sobre a morte ter ocorrido durante a travessia.

Os parentes não se conformam com o rumo das informações distorcidas e rebatem as notas nas redes sociais  que dizem que a brasileira tentava atravessar o Rio Grande quando sofreu um infarto e morreu. Segundo um cunhado da vítima, que pediu para não ser identificado, Sirley  estava em um hotel em Juárez, no estado mexicano de Chihuahua, quando passou mal.

Ele afirma que a mineira de 47 anos chegou a ser levada para o hospital, mas não resistiu. “Falamos com ela o dia inteiro. Ela estava bem, muito feliz e ansiosa para rever o irmão”, disse ao Portal BM News.

A mulher do irmão de Sirley que mora em Massachusetts está no México. Ela é americana e deve cuidar de todos os trâmites, segundo o cunhado.

A família decidiu cremar o corpo da mineira que deixou sua casa no dia 28 de junho com destino aos Estados Unidos. Ainda não está claro se as filhas de Sirley voltam ao Brasil ou seguem para a casa do tio em Massachusetts.

Segundo o parente ouvido pelo Portal BM News, elas viajavam com visto. A informação não foi confirmada pelas autoridades americanas.

Ao Portal BM News, o Consulado Brasileiro no México disse que “não foi comunicado desse falecimento”

O Ministério das Relações Exteriores do Brasil também afirma que não foi informado do caso, até o momento, pelas autoridades locais ou por familiares.