Bolsonaro e Kim Jong Un estrelam vídeo eleitoral de Trump bloqueado por violação de direitos autorais

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e o presidente dos EUA, Donald Trump, durante uma entrevista coletiva no Rose Garden da Casa Branca em março (Foto: Reuters)

WASHINGTON  – O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e o ditador da Coreia do Norte, Kim Jong Un, estrelam um vídeo para a campanha de reeleição de Donald Trump em 2020. O material foi compartilhado pelo republicano nesta terça-feira, 9, nas redes sociais, mas foi bloqueado logo depois porque violava os direitos autorais da música The Dark Night Rises.

Antes de Bolsonaro entrar em cena, as bandeiras americana e brasileira aparecem lado a lado. No quadro seguinte, os dois líderes apertam a mão, imagem de quando Bolsonaro foi recebido pelo mandatário americano na Casa Branca, em março.

A narração –  “Primeiro eles te ignoram. Depois riem de você. Então te chamam de racista” – intercala com as imagens de líderes no espectro oposto ao do republicano, como os ex-presidentes democratas Barack Obama e Bill Clinton.

O filho do presidente brasileiro, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que assim como o pai admira o mandatário norte-americano, chegou a compartilhar a postagem de Trump nas redes sociais, mas agora o conteúdo aparece como indisponível.

Isso porque Trump não tem a autorização da Warner Bros para usar a trilha sonora composta por Hans Zimmer para o filme do Batman em 2012. Em comunicado, a Warner Bros. confirmou que não havia autorizado o uso da música e que “buscava as vias legais para removê-la”.