Baker sanciona lei que proíbe uso de celular ao volante

(Foto: iStock)

BOSTON – O governador de Massachusetts, Charlie Baker, sancionou nesta segunda-feira, 25, a lei que proíbe motoristas de usar celular enquanto dirigem em um esforço para diminuir as mortes provocadas pela condução distraída que chegam a 3 mil por ano nos Estados Unidos.

O projeto de lei foi aprovado no Congresso Estadual na semana passada e entra em vigor no dia 23 de fevereiro, 90 dias após a assinatura de Baker. Vale ressaltar que o envio de mensagem de texto já é proibido em Massachusetts.

Entretanto, o motorista conta com um período de carência e até o dia 31 de março vai ser apenas alertado caso seja flagrado manuseando o celular ou outros eletrônicos, como o GPS, durante a condução do carro.

De acordo com a nova lei, os aparelhos devem sempre permanecer acoplados no painel ou no para-brisa do carro e o motorista pode usar o celular apenas em caso de emergência, regra semelhante ao que acontece em 20 estados e no distrito da Columbia.

A multas previstas são de US$100 para a primeira infração, US$250 para a segunda e US$500 a partir da terceira, implicando em penalidades na apólice de seguro.

O Departamento de Registro de Veículos (RMV) deve ainda reunir dados dos motoristas multados –  como idade, raça e gênero –  sem identificá-los. As informações serão avaliadas anualmente por uma organização independente para evitar a discriminação racial.

De acordo com um levantamento do Comitê de Transporte da Assembleia Legislativa,  30% dos motoristas admitem que acessam as redes sociais ou a internet enquanto estão dirigindo.